fbpx

Novidades

Esquiar na Suíça: uma tendência na temporada de neve europeia, em novembro

Piselli Sud comemora aniversário com Menu Especial

Lado francês da Ilha de Saint-Martin anuncia reabertura de suas fronteiras a brasileiros

Comemorando o Dia das Crianças, Tivoli Mofarrej São Paulo proporciona estada memorável para pais e filhos

Royal Caribbean anuncia estreia do novo maior navio do mundo em 20221

Anantara Spa São Paulo promove momento relaxante entre pais e filhos durante o mês das crianças

'Expedição Jalapão' sobrevoa paraíso natural do Tocantins em nova série do Woohoo

Peugeot e-208 GT é uma das grandes novidades expostas até sábado no Veículo Elétrico Latino-Americano

Park City (UT) é destino ideal para quem viaja com animais de estimação

Importadora brasileira oferece os vinhos franceses mais sustentáveis do mundo com aula online de sustentabilidade

Seguindo os passos de artistas lendários com a Dorchester Collection

Accor anuncia a abertura do primeiro Novotel em Lençóis Paulista

Itacaré e Terra Boa Hotel Boutique estão prontos para receber turistas neste Réveillon

Jaguar I-Pace 2021: agora mais inteligente, conectado e com carregamento mais rápido

O que fazer em Mendoza assim que as fronteiras reabrirem

Sabores de outono: os cafés tchecos

Dia Mundial do Turismo: especialista aponta tendências do setor para o pós-pandemia

Kilombo Villas: hotel boutique em Sibaúma que tem o cuidado com a sustentabilidade em primeiro lugar

B Hotel aposta em experiências de lazer aos fins de semana

British Vogue e Tiffany & Co. celebram Fashions and Film em evento no The Londoner Hotel

Por que a Argentina é o lugar ideal para o turismo LGBT+

Destaques / Homepage / Todos / Viagens / 04/06/2021

As festividades mais reconhecidas mundialmente – enquadradas em leis de vanguarda que garantem a segurança do viajante – fizeram da Argentina um dos países mais cobiçados pelo turismo LGBT+

A Argentina é uma das nações líderes neste campo. Tal foi definido pelas autoridades da Feira Internacional de Turismo (Fitur) de Madrid em 2020, quando foi premiado como “país pioneiro na promoção internacional e no desenvolvimento federal do turismo LGBT”. É escolhido porque tem a característica mais importante que este grupo busca: segurança Embora seja uma condição que qualquer turista considera imprescindível no planejamento e execução de sua viagem, para as pessoas LGBT é uma questão de vitalidade, pois, infelizmente, em muitos países do mundo ainda são considerados criminosos.

Pela possibilidade de se depararem com contextos hostis, essas pessoas investigam as leis existentes sobre questões LGBT+ antes de viajar e, nesse sentido, a Argentina se destaca como um destino onde foram promulgadas normas de ponta: a Lei do Casamento Igualitário – sancionada em 2010- e a Lei de Identidade de Gênero de 2012.
Este tipo de turismo foi afirmado como um fenômeno mundial: segundo a Organização Mundial do Turismo (OMT) representa mais de 10% das chegadas; com uma estimativa de 15% dos gastos totais com viagens internacionais. Desta forma, o desenvolvimento do turismo LGBTIQ+ é um fator fundamental para que os países aumentem seu turismo receptivo.

Os turistas LGBT+ que vêm à Argentina o fazem por meio de Buenos Aires, sua capital, que abriga milhares de alternativas para desfrutar a região sob essa perspectiva. A proposta “Buenos Aires Livre e Diversificada” inclui o Festival Internacional de Tango Queer: uma reversão da música original do Río de la Plata, onde os papéis de gênero não definem a dança, mas sim a igualdade entre os casais. Eles podem ser apreciados em bares, ao ar livre e, além disso, ter aulas com professores renomados.

Outra opção é a Marcha do Orgulho, que acontece em novembro e é reconhecida pelo grande público: estima-se que cerca de meio milhão de pessoas participem a cada ano. Na cidade também é possível visitar espaços emblemáticos de grande tradição, como o cruzamento das avenidas Santa Fé e Pueyrredón no bairro da Recoleta, que no final do século passado funcionava como ponto de encontro da comunidade. Claro que naquele bairro como em Palermo tem bares LGBT muito lotados. Entre eles, destacam-se Peuteo, Sitges, Maricafé e Pride Café.

Embora 65% sejam atraídos por Buenos Aires, há muitas outras áreas argentinas que apostam neste tipo de turismo com serviços treinados e leis regionais que garantem a segurança do viajante. Ao longo desta linha estão Mendoza no oeste, Puerto Madryn no sul do país e Iguazú no norte.

A província de Mendoza é a segunda que mais recebe turistas LGBT depois de Buenos Aires. O que mais seduz é a festa da “Vendimia para Todxs”, que acontece em março e é uma festa paralela à tradicional colheita. Lá, este segmento pode desfrutar dos vinhos, da gastronomia e das festas da região andina, sentindo-se à vontade.

Outra referência LGBT em todo o país é a província de Chubut, com seu município de Puerto Madryn. A cidade possui o Espaço Diversidade que permite o “Casamento Express”, opção que apenas dois dos dez países do mundo oferecem com legislação para o casamento de estrangeiros não residentes. Por isso, chegam muitos turistas que não conseguem se casar em seu país de origem. Embora seja válido apenas na Argentina, alguns o fazem pelo próprio ritual e outros porque com esse ato podem lutar com mais ênfase por seus direitos em seu país de origem.

Por fim, Puerto Iguazú, na província de Misiones, também é um dos destinos preferidos dos turistas da comunidade LGBT. A grande atração é o Parque Nacional do Iguaçu, que abriga as cataratas. A cidade possui um grande número de hotéis e cabanas onde você pode se hospedar próximo ao parque e até mesmo na própria selva.


Tags:



Elite Magazine




Post Anterior

Tradicional Festival de Fondue do Restaurante Vila Paraíso está de volta

Próximo Post

Freixenet sugere drinks com Cavas para o Outono em parceria com o mixologista Alê D’ Agostino





Você também pode gostar de



0 Comentários


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Mais histórias

Tradicional Festival de Fondue do Restaurante Vila Paraíso está de volta

Localizada no Distrito de Joaquim Egídio, em Campinas, região se beneficia das baixas temperaturas e das montanhas Com...

04/06/2021